Monthly Archives

3 Articles

Uncategorized

Dietas pouco recomendadas

Posted by adminfolhas on

Resultado de imagem para Dietas pouco recomendadas

Dietas pouco recomendadas

Nem todas as dietas são saudáveis, as que podem provocar sérios problemas de saúde, e que, se as fazemos, muitas vezes, podem acabar gerando obesidade. Vamos ver algumas dietas consideradas as piores.
Para perder peso e que esta perda se mantenha no tempo, primeiro precisamos de saber qual é a razão de nosso excesso de peso e deixar de fazer as atividades que nos levaram a ele. Se as causas são alimentação inadequada, e perdemos peso, porque estamos comendo melhor, mas deixou essa alimentação saudável quando chegamos ao nosso peso, objetivo e voltamos a essa alimentação inadequada, voltaremos a recuperar todo o peso que tenhamos perdido, quase de certeza. Há que considerar a levar uma alimentação saudável para o resto de nossa vida, se o que queremos é que os resultados se mantenham no tempo, e compensar os excessos que cometamos para não voltar a engordar.

Vamos ver quais foram as piores dietas que foram colocadas de moda:
Dieta ácida, alcalina: está baseada na ideia de que certos alimentos afetam a acidez dos fluidos corporais, como a urina e o sangue. O que tentam é que a urina e o sangue tenha um ph mais alcalino. Para isso, reduzem o consumo de carne vermelha, branca, queijos e grãos para tentar fazer com que a urina tenha um ph mais básico e, desta forma, dilui e se previnem algumas doenças.
Não tem nenhuma evidência científica de que funcione, já que, além disso, o corpo tem um sistema próprio para regular o ph dos fluidos chamado
homeostase por isso que o nosso próprio corpo estaria evitando que isso aconteça.

A Paleodieta: baseia-se em seguir uma alimentação que tiveram os nossos antepassados do paleolítico, quando o homem era um animal caçador, em sua maior parte. Desta forma, reduz de forma drástica elimina alimentos que não sejam proteínas e produtos animais, como seriam os cereais, as leguminosas, os açúcares e os produtos lácteos por completo.
Baseia-se em que, se o homem foi capaz de evoluir e perpetuar-se como espécie, foi graças a esse tipo de alimentação e, por isso, propõe-se mantê-la na atualidade. É uma dieta, que não tem base científica, já que se o homem naquela época, eu não comia outros alimentos era porque não podia, e talvez o introduzir outro tipo de alimentação quando o homem se tornou agricultor e pecuarista, foi o que exatamente fez com que o homem pudesse chegar como espécie dominante em nossos dias.

Resultado de imagem para Dieta do índice glicêmico
Dieta do índice glicêmico: baseia-se na ingestão de alimentos com baixo índice glicêmico, ou seja, quando são equiparados fazem com que não haja um aumento muito grande na produção de insulina e não se olham tanto as calorias, como o valor dos carboidratos que fornecem os alimentos em si.
É certo que os níveis de insulina variam dependendo do tipo de açúcar que contêm os alimentos que tomamos. Por exemplo, sabe-se que quando se consomem açúcares simples, como a glicose do açúcar que consumimos habitualmente, ocorre um pico de insulina muito grande que desce de forma brusca e aumenta a sensação de fome, mas o índice glicêmico de um alimento, depende não só da quantidade e tipo de carboidrato que contém, mas, sim, da presença de outras substâncias como gorduras, fibras, proteínas, etc.
Portanto, essa dieta não tem uma base científica suficiente para ser considerado uma dieta eficaz para perder peso e adotá-la como uma dieta que mantenha ao longo de nossa vida.

O que fazer para perder peso?
Para perder peso, é manter uma alimentação equilibrada em que se consomem todos os nutrientes necessários e fazer com que a fonte seja o mais variada possível. Ou seja, você pode tomar cálcio proveniente de leite provindo de suplementos whey, como Bio caps funciona,  mas não há que se concentrar apenas em cálcio do leite, mas também há que tomar cálcio que venha de frutas como morangos, os frutos secos, como poderiam ser as sementes de gergelim.
As mudanças na alimentação devem ser mantidos por toda a vida. De nada nos serve fazer uma dieta perfeitamente equilibrada em que tomemos todos os nutrientes em sua justa medida durante um período curto e que quando alcançamos nossa meta, vamos começar a comer tudo o que não devemos… essa costuma ser a causa do efeito rebote.
Não faça dietas demasiado drásticas, já que fará com que você perca massa muscular e cada vez custa mais trabalho a perder peso ao reduzir o seu consumo calórico diário e abrandar o seu metabolismo.
Tenha paciência e faça com que a perda de peso seja de forma lenta e progressiva, dessa forma, será mais saudável e você terá menos possibilidades de que se produza o efeito rebote e acabar com mais peso do que tinha quando começou a dieta.

Dieta recomendada:
A parte de procurar fazer uma alimentação equilibrada, em que estejam presentes todos os grupos de alimentos em sua justa medida o mais aconselhável para saber exatamente se a nossa dieta é equilibrada não é estar nas mãos de um nutricionista para que nos faça uma dieta personalizada.

Uncategorized

Dieta anti-celulite

Posted by adminfolhas on

Resultado de imagem para Dieta anti-celulite

Dieta anti-celulite

Você sabia que a alimentação influencia no aparecimento não da celulite? No artigo de hoje, vou ensinar uma dieta anti-celulite que, no seu dia, para mim serviu-me para reduzi-la de uma forma muito eficaz. Vamos vê-lo em profundidade!
Antes de começar…
Antes de começar, é preciso ter em conta que, embora a alimentação é um fator importante que contribui para a formação da celulite, e no seu aprofundamento não, não é o fator decisivo.
É dizer, o fato de ter uma alimentação ideal para evitar a celulite não se garante que não vai ter. Uma boa alimentação é condição necessária, mas não suficiente, para eliminar a celulite
Isto quer dizer que, é claro, eu recomendo que você siga uma dieta adelgaçante rápida como a que vou mencionar no último número, tendo em conta os alimentos permitidos e proibidos (que também se comenta), mas que não pare por aí.
Além de uma alimentação saudável, você deve realizar exercícios e usar os remédios de que falo em outras partes da web, porque, à hora de acabar com a celulite, você tem que fazer muitas coisas bem.

O que você vai aprender aqui?
Os alimentos anti-celulite que permitem eliminar (ao menos em parte) a celulite, são os seguintes:

Vegetais de folha verde: vegetais de folha verde têm efeitos anti-inflamatórios que são muito úteis quando se sofre de celulite. Além disso, têm efeitos diuréticos, fazendo com que os líquidos circulam corretamente pelo organismo.

Tomate: O tomate tem um antioxidante natural, que é de grande ajuda para a pele, chamado Licopeno, que ajuda a equilibrar os danos causados à pele pela má alimentação.

Berinjela: A berinjela tem uma alta quantidade de potássio, que é ideal para promover a drenagem linfática e a eliminação dos líquidos retidos, que, como já mencionado várias vezes neste site, é a principal causa do aparecimento da celulite.

Cebola: Evidentemente, não te recomendo a consumas crua (mas há pessoas que gostam de cebola crua na salada), mas pode usá-la em molhos e outro tipo de processos na cozinha. Assim, terá seus efeitos diuréticos e remover o excesso de líquidos.
Abacaxi: Uma das melhores frutas e um dos melhores sobremesas. Se quiser um bom alimento anti-celulite, tens de te habituar a tomar um pouco de abacaxi depois de almoçar e de jantar, porque é a melhor companhia que você tem contra a pele de laranja.

Azeite de oliva: Por último, você também tem que tomar óleo de oliva extra-virgem. Este óleo tem propriedades vasodilatadoras e anti-inflamatórias, o que significa que, tomando-o, você terá uma melhor circulação do sangue e de líquidos… Justo o que precisava!

 

Saúde

Plena Saúde: Conheça o plano Plena Saúde

Posted by adminfolhas on
Plena Saúde: Conheça o plano Plena Saúde

Plena Saúde Conheça o plano Plena Saúde

Como um plano de saúde pode melhorar a vida de quem o contrata com pequenas ações e pequenas seguranças

A vida caótica em sociedade gera inúmeros riscos e contratempos que nós ou não sabemos ou simplesmente negligenciamos. A cada minuto uma doença nova pode estar entrando no organismo ou um acidente pode estar se desenhando.

Contudo, não são todas as coisas que acabam por serem tragédias. Existem meios de fazer a tragédia virar dedicação, eficiência, serviço. Com os planos da Plena saúde o cliente consegue exatamente aquilo que o título promete.

Até porque, no fim das contas, tudo o que o contratante busca na hora de assinar o contrato de sua franquia medicinal, é a possibilidade e a base para uma vida sólida e sem complicações pontuais e difíceis.

Planos plena saúde e sua utilidade

A Plena saúde disponibiliza três tipos de plano para aquele indivíduo que busca mais estabilidade em sua vida. São eles os planos odontológicos, saúde empresarial ou coletivo por adesão.

Com o plano odontológico a Plena saúde traz o sorrir de volta aos seus dias, as suas relações. A saúde dentária de alguém está diretamente ligada à sua autoestima e também seu modo de vida. Uma boa carreira de dentes pode ser um bom sorriso de primeira impressão.

Também é importante possuir um plano odontológico pois dentes são elementos sensíveis e que, tamanho é seu incomodo em situações de dor, podem impossibilitar um ser humano.

Os planos odontológicos são trabalhados em faixas de preço mensais por pessoa, desde planos muito económicos na esfera individual, até mais enxutos no quesito família.

Com o plano odontológico plena saúde é possível ser atendido por profissionais com mais de 15 anos de experiência que estarão disponíveis 24h por dia.

Além disso o plano cobre mais de 270 procedimentos e conta com 14 mil dentistas credenciados que podem assegurar a saúde dentária do contratante. E isso vale para moradores de qualquer distrito do Brasil, tendo em vista que a empresa garante cobertura nacional.

Já no plano empresarial o que conta são as horas trabalhadas e o dinheiro arrecadado, certo? Errado. O plano empresarial não perde nem um pouco o cuidado que a individualidade evoca nos tratamentos, mas sim traz mais um aspecto coletivo e profundo da coisa.

Neste plano da plena saúde é possível incluir não só você mesmo, como alguns familiares, o que já ajuda aqueles funcionários que não possuem só a sua própria individualidade para se preocuparem.

Neste plano conta-se com UTIs, internações e cirurgias emergenciais. Além disso o plano empresarial possui carência reduzida e pode ser usado em micro e média empresa para alavancar os negócios e a qualidade de vida no trabalho dos funcionários.

Por fim existe o plano mais flexível de todos que é o plano de adesão. Esta ideia de planos adaptáveis e customizáveis se é muito boa quando existem tantos modos de vida e modelos de vivência espalhados pelo Brasil.

O plano conta com as mesmas vantagens dos planos anteriores e pode ser útil tanto para estudantes como para comerciários ou funcionários públicos. Como já dito, entretanto, este plano é altamente modificável, o que pode gerar situações muito agradáveis para aqueles indecisos.

Seja qual plano o indivíduo se encaixa melhor, é inegável que a plena saúde é, no mínimo, uma candidata de peso no ranking dos melhores planos de saúde do Brasil.

Um trabalho atencioso de atendimento, combinado a alta tecnologia só pode ser a dupla que entregará a saúde que o brasileiro merece, que é a mesma salientada no título: saúde plena.