Existe uma nota mínima do ENEM para entrar na faculdade?

Existe uma nota mínima do ENEM para entrar na faculdade?

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) é um de longe um dos vestibulares mais procurados pelo país, por que permite a conquista de vagas nas maiores universidades do país, públicas ou privadas. Os vestibulares tradicionais, mesmo poucos, ainda existem e a concorrência geralmente ainda é alta. Já o ENEM, por meio do seu sistema de alocação de vagas, o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) possui uma maior variedade no que tange a cursos de alta e baixa concorrência.

Diferente do vestibular tradicional, não se pode dizer que o ENEM tem uma nota de corte, isto é, se você passa ou não no ENEM. A prova pode sim impedir que você acesse algum recurso, como o Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies), uma vez que esse sistema só admite alunos que tenham feito pelo menos 450 pontos no ENEM para o curso desejado e que não tenha zerado a redação, por exemplo. Então se o seu meio de entrar na faculdade for pelo Fies, atente-se a isso. Do contrário, se você vai entrar na faculdade como a maioria das pessoas, pela pública e sem pagamentos, basta você entender sobre a média ponderada.

Média aritmética ou média ponderada: eis a questão

Muitas pessoas se enganam e acreditam que a nota mínima do ENEM é só uma média aritmética entre as notas alcançadas em cada área de conhecimento. Para algum curso, que tenha peso 1 para cada área de conhecimento, pode ser verdade. Mas a maioria das instituições de nível superior brasileiras adotam pesos equivalentes ao objeto de estudo ao qual o curso se relaciona. A média ponderada é justamente isso, quando se soma os valores dos termos, somando ou multiplicando caso algum deles se repita, e dividindo pelo número de termos.

Um exemplo prático: para cursos das exatas, é muito provável que a área Matemática e suas Tecnologias seja a que possui mais peso, sendo 2 ou 3. Para cursos como Direito, o peso maior vai para a área de Ciências Humanas e suas Tecnologias. E assim por diante. Cursos como Medicina, na maioria do país, colocam peso 2 para Ciências da Natureza e suas Tecnologias bem como para a prova de Redação. Inclusive as universidades impõem notas mínimas das áreas de conhecimento para que o aluno possa disputar pela vaga, a qual varia entre os cursos igualmente.

Como consultar os pesos das áreas de conhecimento que me interessam

No próprio site do Sisu, ao se candidatar para a vaga, é aberta uma janela informando claramente os pesos. Mas se você quer se antecipar, você pode olhar as notas pelos vestibulares anteriores. Nesse método, basta acessar o portal de cada universidade e procurar as regras sobre os pesos do curso desejado.

Existem alguns sites também especializados para isso. Eles funcionam basicamente como uma calculadora na qual você preenche as lacunas apenas com sua nota ou colocando também o estado e a instituição e então o site informa em quais cursos você é elegível.